Ouça agora na Rádio

N Notícia

Bolsonaro vence Trump e lidera interações no Facebook, diz pesquisa

FOTO: © AP Photo / Evan Vucci

Bolsonaro vence Trump e lidera interações no Facebook, diz pesquisa

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (10) pela agência Burson Cohn & Wolfe mostra que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), teve quase o dobro de interações no Facebook do que presidente dos EUA, Donald Trump, em um ano. O brasileiro é o líder político com o maior número de interações na rede social dentre todas páginas observadas.

Informaçoes Compartilhadas Sputnik Brasil

Segundo o documento, ao longo de 12 meses, a página de Bolsonaro no Facebook teve 145 milhões de interações. Já Donald Trump teve quase duas vezes menos do que o brasileiro, registrando 84 milhões de interações.

Mesmo superando o norte-americano, Bolsonaro não está entre os primeiros colocados em seguidores na rede social. A liderança é do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, que tem 43,5 milhões de seguidores.

O presidente dos EUA vem logo em seguida, com 23 milhões, e em terceiro fica a rainha da Jordânia, Rania, com 16,9 milhões. Bolsonaro surge na sexta posição com 9,3 milhões, o que lhe garante a dianteira entre os líderes políticos da América Latina, seguido do presidente mexicano Andrés Manuel Lopez Obrador.

 

A pesquisa observou 962 páginas de lideranças políticas mundo afora. Ao todo, as páginas tiveram 345 milhões de likes, além de 449 mil publicações. Somadas, elas registraram 767 milhões de interações.

Ao longo do último ano, a pesquisa revela que Bolsonaro teve a postagem mais popular dentre todas as páginas observadas. A postagem em questão foi feita no dia de sua eleição e teve 549 mil likes.

Bolsonaro também tem o post com mais comentários, outro com mais expressões de afeto e também o com mais reações de riso. O atual presidente do Brasil também teve o vídeo ao vivo mais assistido do ano dentre os pesquisados.

Michel Temer também aparece na pesquisa com a postagem mais odiada entre os líderes políticos pesquisados.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia

Leia também