Ouça agora na Rádio

N Notícia

Brasil vence, elimina Colômbia e joga por empate para seguir no Sul-Americano Sub-17

FOTO: Reprodução

Brasil vence, elimina Colômbia e joga por empate para seguir no Sul-Americano Sub-17

Seleção faz 3 a 2 nos colombianos e está em segundo no Grupo B

Informações compartilhadas Superesportes

A Seleção Brasileira segue invicta no Sul-Americano Sub-17. Na noite desta quinta-feira, os garotos brasileiros venceram a Colômbia por 3 a 2 pela quarta rodada do torneio, com direito a gol olímpico. Patryck Lanza, Reinier e Henri foram os autores dos gols canarinhos. Mosquera e Cuesta marcaram para os cafeteros.

A Colômbia é a lanterna e saco de pancadas do Grupo B. Em três jogos, os cafeteros perderam todos. Já o Brasil é o vice-líder da chave com sete pontos, o mesmo número do Uruguai, que, entretanto, tem uma partida a mais.

Para garantir sua classificação, agora o escrete brasileiro precisa de apenas um empate na rodada final. Neste sábado, a Seleção encara a Argentina, às 21h30 (de Brasília). Mais cedo, às 19h10 (de Brasília), a Colômbia, já eliminada, encara o Paraguai.

O Brasil inaugurou o placar aos 43 minutos do primeiro tempo. Patryck Lanza, lateral-esquerdo do São Paulo, cobrou escanteio da direita, e a bola morreu no ângulo direito do goleiro Castillo. Um golaço para abrir o placar.

Na etapa final, com oito jogados, a Colômbia conseguiu um empate. Borrero abriu para Campaña na esquerda, o atacante levou para o meio e chutou com a perna direita. Gabriel deu rebote, Mosquera ficou com a sobra e chutou cruzado com a canhota. A bola ainda passou entre as pernas do goleiro brasileiro e estufa as redes.

A esperança colombiana de não ser eliminada, porém, durou pouco com mais uma pintura do Brasil. Daniel Cabral lançou na frente, Diego Rosa ajeitou, Reinier, da intermediária, percebeu Castillo adiantado e mandou por cobertura.

O terceiro gol brasileiro foi fechado aos 22 minutos. Diego Rosa cobrou escanteio da esquerda, Veron desviou no primeiro pau e Henri, na pequena área, completou para o gol. O Brasil relaxou com o tento e chegou a sofrer sustos no final.

Com 41 jogados, Borrero interceptou passe brasileiro, acionou Cuesta na frente, o atacante limpou para a direita e chutou rasteiro, no canto direito de Gabriel para diminuir e colocar pressão no jogo. A Seleção, porém, conseguiu segurar a vitória.

O Sul-Americano é disputado em duas etapas: a de classificação, com dois grupos, e a final, com um hexagonal. Nesta primeira fase, os três primeiros colocados de cada chave se classificam para a sequência do torneio. O hexagonal final reunirá os seis classificados em um mesmo grupo, sendo que os quatro primeiros colocados da competição estarão classificados para o Mundial da categoria, no Brasil.

FONTE: Superesportes / Gazeta Press
Link Notícia

Leia também