Ouça agora na Rádio

N Notícia

Retomada de comércio entre Brasil e Venezuela depende de Caracas, diz economista

FOTO: © AP Photo / Lucio Tavora

Retomada de comércio entre Brasil e Venezuela depende de Caracas, diz economista

Nos últimos 10 anos, as exportações brasileiras para a Venezuela caíram quase 90%. A retomada de comércio, contudo, depende mais de Caracas do que de Brasília.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

A avaliação é da economista Maria Beatriz David, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Em 2008, o Brasil exportou US$ 5,13 bilhões em produtos para a Venezuela. Já em 2018, esta cifra caiu para US$ 576,9 milhões, uma diminuição de 88,7%. Os produtos mais vendidos para o país vizinho são arroz em grãos, açúcar e soja.

Já as importações brasileiras foram de US$ 538,75 milhões para US$ 170,88 milhões no mesmo período.

David acredita que o comércio entre Brasil e Venezuela deverá ser retomado após a estabilização da situação política em Caracas, mas diz que este cenário ainda deve demorar.

Ela também ressalta que o reconhecimento de Juan Guaidó como presidente da Venezuela por Jair Bolsonaro (PSL) prejudica os interesses comerciais brasileiros:

"Se o governo brasileiro optar por isso [apoio a Guaidó], é uma tentativa de forçar enquadramento ideológico, e não tem nada a ver com comércio e com os interesses do país. Substituir [o governo da Venezuela] ou não, essa não é a questão principal, a questão principal é a retomada da economia venezuelana."

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia

Leia também