Ouça agora na Rádio

N Notícia

Para repetir campanha de 2014, Colômbia precisa quebrar tabu contra a Inglaterra

FOTO: Fabrice Coffrini/AFP

Para repetir campanha de 2014, Colômbia precisa quebrar tabu contra a Inglaterra

Seleção colombiana, que tenta chegar às quartas de final pela segunda vez na história, nunca venceu os ingleses

Informações compartilhadas Superesportes
 
No Brasil, em 2014, a Colômbia fez a melhor campanha de sua história em uma Copa do Mundo. Chegou às quartas de final, onde acabou derrotada pelos donos da casa. Além disso, teve o artilheiro e autor do gol mais bonito do Mundial: James Rodríguez. Quatro anos depois, na Rússia, os colombianos estão a um passo de repetir o bom desempenho. Antes, porém, precisam vencer a Inglaterra nesta terça-feira (3/7), às 15h (horário de Brasília), em Moscou, pelas oitavas de final. o problema é que uma vitória sobre os ingleses nunca aconteceu. Há ainda um outro detalhe: James Rodríguez pode não estar em campo.
 
Em toda a história, Inglaterra e Colômbia se enfrentaram cinco vezes, com três vitórias dos ingleses e dois empates. Apenas um dos embates foi por uma Copa do Mundo. Em 1998, na França, vitória inglesa por 2 a 0, com gols de Darren Anderton e David Beckham. O último confronto foi em maio de 2005, em um amistoso disputado nos Estados Unidos: 3 x 2 para a seleção da terra da Rainha.
 
Na Rússia, até o momento, as duas equipes tiveram desempenho semelhante. A Colômbia estreou perdendo para o Japão por 2 x 1. Depois, venceu Polônia (3 x 0) e Senegal (1 x 0). Já a Inglaterra começou fulminante com duas vitórias sobre Tunísia (2 x 1) e Panamá (6 x 1). Depois, com um time misto, arrefeceu diante da Bélgica (0 x 1).
 
Um problema para a Colômbia é a lesão do craque James Rodríguez. O artilheiro do último Mundial deixou o campo na partida contra Senegal aos 31 do primeiro tempo com dores e é dúvida. O técnico José Pékerman disse ter ficado feliz com o resultado dos exames, mas não cravou a presença do meia na partida decisiva. Na derrota para o Japão, inclusive, o camisa 10 colombiano, que estava voltando de lesão, começou no banco.
 
Enquanto isso, do outro lado, só alegria. A Inglaterra tem um dos melhores ataques da Copa, com oito gols. Muito disso é mérito do artilheiro do Mundial, Harry Kane, que, sozinho, balançou as redes cinco vezes — uma a mais que o belga Romelu Lukaku e o português Cristiano Ronaldo.
 
Quem ganhar o confronto desta terça encara o vencedor de Suécia x Suíça no próximo sábado, às 11h (horário de Brasília), em Samara.
 
FONTE: Super Esportes / Fernando Jordão
Link Notícia

Leia também