Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Biblioteca Pública homenageia Dante Alighieri com projeção de imagens na fachada do prédio

Imagem Noticia

Foto: Secom / Arquivo

Compartilhe agora

Postado em 24/09/2021 por Sistema Plug

A partir das 19h desta sexta-feira (24/9), o prédio da Biblioteca Pública do Estado (BPE), no Centro Histórico de Porto Alegre, terá suas paredes cobertas pela projeção de imagens em homenagem a Dante Alighieri. A ação faz parte da programação alusiva aos 150 anos da BPE, instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), e aos 700 anos da morte de Dante Alighieri.

Por meio de um show de mapping 3D, serão projetadas nas paredes da construção histórica imagens alusivas ao prédio e à obra de Dante na Biblioteca Pública, acompanhadas de texto de Rafael Bán Jacobsen, interpretado pelo ator Zé Adão Barbosa. A realização é da Associação dos Amigos da Biblioteca Pública, com fotografia e produção de Celso Chittolina e execução das empresas WOC Group e Visual Áudio e Vídeo.

Dante Alighieri (Florença, 1265–Ravena, 1321) é considerado um dos mais importantes escritores da literatura universal e do renascimento literário e o maior escritor de língua italiana. Sua obra mais relevante é o poema intitulado “A Divina Comédia”, escrito no século 14 e dividido em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso.

A obra descreve uma viagem de Dante através dos três estágios. Primeiramente, é guiado pelo poeta romano Virgílio – símbolo da razão humana –, autor do poema épico Eneida, no Inferno e no Purgatório. Depois, no Paraíso, é levado pela mão de sua amada, Beatriz – símbolo da graça divina.

A cultura de Dante na Biblioteca Pública

A BPE tem em Dante Alighieri uma das figuras mais importantes da concepção de seu prédio, criado em 1912. A obra do autor recebeu destaque na idealização do local, com referências presentes em pinturas, mobiliário, bustos, ornamentos e acervo.

Na fachada da Biblioteca, o busto de Dante aparece ao lado de outros nomes importantes do pensamento, formando o Calendário Positivista. Os bustos vieram da Europa, feitos por encomenda para a inauguração do prédio, em 7 de setembro de 1922. O calendário Positivista consistia na representação de ícones de cada área do pensamento e era dividido em 13 meses. Cada mês apresenta um patrono responsável pela evolução da humanidade. Dante Alighieri é a quarta figura no prédio, representando o mês da Epopeia Moderna.

Referências a Dante e à Divina Comédia

Ao entrar no prédio, bem no fundo do Salão da Referência e Acervo Geral, a guarnição esculturada em madeira escura da caixa do elevador é um dos trabalhos do escultor italiano Giuseppe Gaudenzi, com relevos que representam episódios dos Cantos da Divina Comédia.

No segundo piso, a sala que abriga o Acervo do Rio Grande do Sul tem o busto em mármore de Beatriz, de autoria do professor Besfi. Beatriz foi a musa de Dante e a sua paixão imortalizada nas páginas da Divina Comédia.

No Salão Mourisco, sobre duas colunas de madeira representando monstros dantescos, estavam colocados dois bustos de bronze, em tamanho natural, de Homero e Dante. Hoje, as mesmas colunas contêm os bustos de Borges de Medeiros e Julio de Castilhos.

O Salão Egípcio apresenta dois medalhões ovais, com pinturas a óleo de Beatriz e de Dante e inscrições de trechos da Divina Comédia.

Obras raras

Além das edições mais recentes disponíveis para empréstimo, a BPE tem três edições especiais da Divina Comédia, no setor de Obras Raras: La Divina Commedia, de 1921, edição comemorativa, restrita a mil exemplares; Inferno: Poema em 34 cantos, ilustrado por Gustavo Doré, de 1887; e La Divina Commedia di Dante Alighieri, em miniatura de 1911.

A Biblioteca Pública representa, em seu conjunto, um dos mais expressivos tributos ao escritor italiano.

PROGRAME-SE

O quê: projeção alusiva aos 700 anos da morte de Dante Alighieri na Biblioteca Pública

Quando: sexta-feira, 24 de setembro de 2021, das 19h às 21h

Onde: Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul (rua Riachuelo, 1.190, esquina com a rua General Câmara - Centro Histórico, Porto Alegre)

Realização: Associação dos Amigos da Biblioteca Pública do Estado, Biblioteca Pública do Estado do Rio Grande do Sul e Secretaria de Estado da Cultura

Texto: Cláudia Antunes/Ascom BPE

Edição: Secom